PLANO DE AÇÃO

COMO PLANTAR A SEMENTE DA FORTUNA EM MEIO AO CAOS DO CORONAVÍRUS

Oi, aqui é o André Fogaça, sócio-fundador do GuiaInvest.

Este é um comunicado em caráter extraordinário, dado a gravidade do impacto do efeito Coronavírus no Brasil e no mundo.

Preste muita atenção porque o que você lerá em seguida pode impactar (ainda mais) sua vida financeira, da sua família e de milhares de investidores brasileiros – começando por hoje.

Passarei instruções precisas do que você deve fazer agora, de acordo com o que acredito ser a abordagem mais adequada para pequenos investidores individuais.

Essa mensagem é endereçada a você que está tanto em pânico diante do derretimento do preço das suas ações quanto ansioso para sair comprando ações loucamente.

É para você que se encontra perdido, desamparado e desolado diante de todo esse frenesi. 

Para você que está preso em sua própria casa, acuado e ferido. E sem perspectivas de quando e como esse pesadelo todo vai terminar.

Eu entendo o que você está sentindo…

Chega a dar um embrulho no estômago de ver o preço das ações derretendo.

Do início do ano até 20 de março, as quedas estavam assustadoras.

Gol (GOLL4) estava em queda de -80,57%

CVC (CVCB3) estava em queda de -81,99%

Azul (AZUL4) estava em queda de -76,84%

Hering (HGTX3) estava em queda de -60,61%

Petrobras (PETR4) estava em queda de -59,97%

CSN (CSNA3) estava em queda de -55,92%

Eletrobras (ELET3) estava em queda de -55,45%

Banco do Brasil (BBAS3) estava em queda de -52,66%

Bradesco (BBDC4) estava em queda de -46,86%

Ambev (ABEV3) estava em queda de -34,76%

Magalu (MGLU3) estava em queda de -33,08%

E estas foram apenas alguns exemplos…

De todas as 73 ações que compõem o índice Bovespa (Ibovespa), apenas uma estava positiva no ano.

Agora é a hora de refletir e colocar luz a alguns conceitos, verdades e ensinamentos sobre o modo mais adequado de você lidar com seus investimentos em bolsa.

É hora de encarar verdades inconvenientes e afastar mentiras confortáveis. 

Tratarei de conceitos simples e poderosos, porém esquecidos e ofuscados diante de tanto ruído de informação, notícia e opinião em tempos atuais.

O lado emocional toma conta de tudo e de todos nessas horas. Não tem como negar. Até os mais otimistas estão desesperançosos.

Para ajudar você nesse momento, não vou me ater aos detalhes dos fatos e sim a “big picture” – o grande cenário que está exposto, já que todo dia e toda hora surgem novos elementos. 

A maioria deles negativos, alarmantes e apavorantes.

SIM! A situação é grave como você já sabe. E o que já é ruim pode piorar. Sempre pode.

Nunca antes havíamos vivido nada parecido em termos de velocidade do impacto nos mercados no Brasil e no mundo.

Fonte: Veja
Fonte: Folha de São Paulo
Fonte: Infomoney

Em instantes destacarei o que considero ser a abordagem mais apropriada que todo investidor de bolsa deveria ter nesses momentos.

Especialmente você que não é profissional dos investimentos e nem tem essa pretensão. 

Para você que tem sua profissão. Para você que é médico, engenheiro, analista de sistemas, dentista, servidor público, empregado de empresa privada, empresário, etc.

A mensagem deste artigo é para você!

Acredito que você irá se identificar com alguns princípios. 

Aqueles investidores que souberem como agir terão grandes chances de se saírem mais fortalecidos ao final dessa turbulência.

Quando digo fortalecidos, me refiro apenas a duas coisas: mais experientes e mais ricos.

É verdade! 

Pode parecer que estamos vivendo o fim dos tempos, mas tenha certeza de uma coisa: vai ter gente por aí enriquecendo com a crise do Coronavírus.

Por que esse alguém não pode ser você?

Também concordo que já virou clichê afirmar que toda crise é igual a oportunidade. Mas, não posso deixar de mencionar, já que é a mais pura verdade.

Se tem algo que eu posso garantir à você é que nesse caso não será diferente. 

As evidências apontam para uma oportunidade sem precedentes de comprar ações de empresas de qualidade superior a “preços de banana”.

Acredite!

Veja, não estou dizendo para você sair correndo para comprar ações agora. Todo movimento rápido e brusco pode levar a erros. 

Muita calma nessa hora! 

Na bolsa, você deve sempre se movimentar de modo lento e gradual.

Serenidade e disciplina são atributos mais valiosos do que agressividade e impulsividade quando se lida com investimento de longo prazo em ações.

Daqui a pouco falarei mais sobre isso…

Talvez você saiba, talvez não, mas no curto prazo o dinheiro na bolsa não desapareceu, ele apenas trocou de mãos.

Nas palavras de Warren Buffett: “O mercado de ações é um dispositivo para transferir dinheiro dos impacientes para os pacientes.”

Nas próximas linhas irei apresentar as diretrizes que norteiam a minha filosofia de investimento e como você poderá se beneficiar disso – começando por hoje.

Ainda, entregarei em suas mão uma lista de 13 ações de alta qualidade que, segundo o sistema de inteligência do GuiaInvest PRO, estão “extremamente” descontadas nesse momento.

Ações que, ao sofrerem o efeito rebote, podem se valorizar entre 100%-300% nos próximos 12-24 meses.

O simples movimento de retorno ao preço que estavam antes da crise já será o suficiente para mais do que dobrar o seu capital.

É garantido? Não, absolutamente não.

Antes disso, gostaria de expor minhas percepções sobre os acontecimentos recentes a respeito do efeito coronavírus nos mercados.

Monitorei os acontecimentos atentamente nos últimos dias. E me chamou a atenção o quanto o mercado está perdido, desorientado e sem rumo.

Observei Youtubers, Twitteiros, influencers digitais, gestores de fundos, corretoras e analistas de casas de análise se manifestando com suas opiniões, palpites e aconselhamentos.

Confesso que me assustei com o que vi. Tinha de tudo. Vi gente com postura arrogante e irresponsável. 

Já, outros propondo mudanças bruscas aos investidores em meio a tempestade. 

Ora, fazer seguro depois de bater o carro não me parece uma atitude muito inteligente. 

É aí que esconde uma tremenda disfunção da indústria da venda de indicações de investimentos. 

Quando você é pago para dizer algo, você precisa ter algo para dizer – todos os dias.

Quem pagaria para alguém lhe dizer o óbvio? Ou dizer que nada precisa ser feito?

Quando você é “obrigado” e dizer algo sempre, você incorre ao risco de entregar aconselhamentos equivocados só para satisfazer o desejo de curto prazo do seu cliente.

Só porque os clientes te cobram uma atitude, algo novo, uma mudança estratégia. Quando, em muitos casos, a melhor estratégia é se manter fiel a estratégia.

Ou seja, é ficar quieto, segurando firme no banco esperando a turbulência passar. Por que uma hora ela vai passar, pode ter certeza disso.

A consequência desta disfunção é um problema comum que impacta diretamente você: pequeno investidor individual. 

O giro demasiado dos seus investimentos. 

Esse papo de ficar pulando de galho em galho, trocando de investimentos a toda hora só reforça minha tese de que a indústria financeira quer ver você girando seu patrimônio. 

É assim que eles ganham dinheiro e justificam o trabalho deles.

Mesma coisa que ficar trocando de pista na estrada. É super estressante e arriscado, e você acaba não tendo vantagem significativa ao fim da viagem. 

E na bolsa é ainda pior, porque você perde dinheiro pagando corretagem, imposto e spread de compra e venda. 

E aqui um caso de valorização realmente expressiva e atípica, porém possível quando se faz a análise correta.

O segredo é escolher as ações certas e aguardar para capturar as grandes valorizações.

Não se engane! 

É como na natureza. Não se levanta uma árvore do dia pra noite. Não se faz 1 filho em 30 dias. 

Tudo tem o seu tempo. 

A sensação que passa é que a única forma de chamar a atenção dessa turma é falar algo diferente dos outros. 

Falar o simples ou o óbvio não tem valor. 

E se não bastasse…

Também vi ataques e agressões pessoais nas mídias sociais. Brigas e discussões que não agregam nada. 

Não educam nem orientam os pequenos investidores, apenas pioram a situação que já é ruim.

Deixam os novatos – investidores que entraram na bolsa nos últimos 18 meses – ainda mais perdidos.

Realmente, as emoções estão à flor da pele. É normal. O cenário é bizarro, digno de um filme hollywoodiano de grande bilheteria.

E tem mais…

Cuidado com as dicas daqueles que nunca viveram uma crise dessa magnitude.

Em 2008, eu tinha todo meu dinheiro aplicado em ações através de um clube de investimentos familiar e vi meu patrimônio derreter em questão de semanas. 

O Ibovespa derreteu mais de 60% em poucos meses.

Foi horrível. Sensação semelhante a atual. 

Mas segui o que aprendi com meus mentores e não fiz nada. 

Apenas aguardei o furacão passar.

Segui firme e fiel a minha estratégia de longo prazo.

Sabia que isso era o melhor a fazer, dado que tinha feito o meu dever de casa de escolher somente ações de qualidade. 

Me agarrei aos princípios de todo investidor de sucesso.

Tinha ações de alta qualidade em minha carteira, e sabia que os fundamentos não podiam ter mudado tanto em pouco tempo. 

Havia muito exagero naquelas quedas expressivas.

E o que aconteceu poucos meses depois? 

O Ibovespa subiu mais de 90% em 2009 num efeito rebote. 

E o preço das ações de boas empresas cresceram fortemente nos anos posteriores. No fim meu patrimônio retornou aos patamares pré-crise.

Aqueles que venderam no pânico perderam e até hoje falam mal do investimento em bolsa.

Portanto, muita cautela com dicas de Youtubers e influencer digitais com menos de 30 anos. 

Nenhum deles viveu nem de perto o que estamos vivendo hoje. Só quem já passou por isso sabe como é de fato.

Você pode ler o quanto quiser sobre chocolate. Estudar tudo sobre como ele é feito, quais os tipos que existem, os sabores mais populares, etc. 

Pode conversar com quantas pessoas você quiser sobre a experiência de comer um pedaço de chocolate. 

Mas isso pouco vai adiantar. 

Você só vai saber qual o gosto de chocolate quando colocar um pedaço na boca.

Fez sentido?

Ótimo! Se a conversa até agora fez sentido para você…

Permita-me repetir o que venho repetindo exaustivamente desde 2014, quando lancei ao público o sistema de inteligência do GuiaInvest PRO

E em 2015, quando criei o primeiro curso de investimentos do GuiaInvest, o conhecido Árvore da Riqueza, que conta com mais de 4 mil alunos.

Agora, me perdoe se soarei repetitivo.

Nas próximas linhas irei compartilhar com você 7 princípios que norteiam a minha filosofia de investimento e como você poderá se beneficiar disso – começando por hoje.

E logo depois, explicarei o que você precisa fazer para receber a minha lista em PDF das 13 ações de alta qualidade que, segundo o sistema de inteligência do GuiaInvest PRO, estão “extremamente” descontadas nesse momento.

Vamos lá…

#1º Princípio: Fuja do pensamento de manada.

Esse pode ser considerado um grande chavão do investimento em ações e, por mais que muita gente saiba disso, na hora que a coisa fica feia, acabam esquecendo.

Não invista em determinada ação só porque algum gestor, analista ou influencer digital anunciou.

Fuja dos investimentos da moda.

Não adianta querer investir na bolsa só porque todos estão ganhando dinheiro. Também não adianta querer vender as suas ações quando todo o mercado está vendendo.

Isso é a fórmula para o fracasso, pois você acaba se tornando um torcedor, e não um investidor.

Sempre defendi que o investidor de sucesso é aquele que pensa por conta própria e toma suas decisões de forma racional.

E para isso, você precisa compreender o próximo princípio…

#2º Princípio: Saiba diferenciar investimento de especulação.

O especulador é aquela pessoa que olha apenas para o preço da ação.

Ele quer ganhar dinheiro a partir da oscilação do preço de determinado ativo, independente do quanto ele realmente valhe.

O especulador não se importa com os fundamentos da ação que está sendo negociada. Ele acredita que pode prever quando uma ação vai subir ou cair. 

E busca ganhar com essas variações de curto prazo.

Recentemente, a FVG realizou um estudo que comprovou que 97% das pessoas que realizam Day-trading, ou seja, operações no período de um dia, perdem dinheiro na bolsa.

Fonte: FGV
Fonte: Exame

O investidor é aquele que busca valor, ele investe em empresas que crescem, que geram empregos, que retornam valor aos acionistas.

Ele busca comprar participações em negócios sólidos, mesmo sabendo que irá passar por crises e períodos de bonança sendo sócio do projeto.

Ele está mais preocupado com o valor do ativo do que com o preço dele.

 

Como uma vez disse Warren Buffett: “Preço é o que você paga, valor é o que você leva”.

E eu sei que tudo isso pode até parecer óbvio demais.

Mas nessas horas de irracionalidade generalizada, esse conceito precisa estar internalizado em você.

O que nos leva para o próximo princípio…

#3º Princípio: Jamais esqueça que renda variável varia.

E caso você não se recorde, ela varia para cima e também para baixo. Se variasse só para cima se chamaria renda variável que varia só para cima.

Dito isso, concluímos que ninguém sabe o que vai acontecer com a bolsa amanhã, daqui a 7 dias, 1 mês, 1 ano, 10 anos. 

E uma coisa é certa…

De tempos em tempos você vai sofrer oscilações negativas no seu patrimônio, isso é inevitável.

Mesmo em longos processos de valorização a bolsa de valores sofre correções no meio do caminho.

A nossa bolsa é um exemplo perfeito disso: de janeiro de 2016 a janeiro de 2020, a bolsa saiu dos 38.000 para os 119.500 pontos.

Nesse intervalo sofreu severas correções: 

  • Processo de impeachment (-13%), 
  • Eleição do Trump (-18%),
  • Joesley Day (-19%), 
  • Greve dos caminhoneiros (-33%), 
  • Eleições de 2018 (-18%), 
  • Guerra comercial entre China e Estados Unidos (-16%)

Sabemos que a crise que estamos passando é grave, mas não deve impedir que a tendência de  longo prazo seja de alta. 

#4º Princípio: Busque fazer o simples

De fato, os mercados são complexos e imprevisíveis e é justamente por isso que você deve fazer o SIMPLES.

Sinceramente, fazer o simples é o mais difícil.

Não pela dificuldade de executar o simples, mas pela dificuldade de aceitar que não há muito a se fazer.

O fato é que existe um limite do que realmente interessa para você ter sucesso investindo.

No livro “O investidor Inteligente”, Ben Graham enfatiza que obter um resultado respeitável, sem ser espetacular, pode ser obtido pelo investidor leigo com um mínimo de esforço e habilidade. 

Mas, superar esse padrão exige muito empenho e mais sabedoria ainda. 

E se você resolver utilizar somente um pouco a mais de conhecimento e inteligência adicionais no seu processo de investimento, é provável que, ao invés de obter resultados melhores que o normal, é bem possível que o seu desempenho piore.

Quando me refiro ao simples, me refiro a todo o processo de investimento que engloba todos os princípios que estamos tratando aqui.

#5º Princípio: Realize aportes regulares.

Com este princípio você deixa de tentar fazer o impossível: acertar o momento certo de comprar ou vender uma ação.

Veja, você não vai precisar se preocupar em dar uma “grande tacada”. O seu objetivo aqui é acumular patrimônio com movimentos lentos, sem assumir risco exagerado de uma vez só.

E tem mais uma vantagem…

Ao realizar aportes regulares você acaba reduzindo o preço médio de compra das ações, já que vai comprar as ações em diversos momentos do mercado: de pânico, de ceticismo, de otimismo e de euforia.

O próprio Warren Buffett recomenda que pessoas comuns comprem ações ao longo do tempo e não se preocupem com os momentos do mercado.

“… Recomendo que não observem o mercado tão de perto. Comprem ações de empresas boas e continuem comprando ao longo do tempo. Certamente se darão bem daqui a 10, 20 ou 30 anos… “ 

Portanto, compre ações todos os meses e tenha uma reserva em caixa.

Quando o mercado desabar, você terá a oportunidade de comprar ações de alta qualidade a preço de banana.

Você vai adquirir ativos de valor e o preço desses ativos tende a convergir para os seus fundamentos ao longo do tempo.

Mas de qual prazo estou falando?

#6º Princípio: o verdadeiro investimento em ações não tem prazo.

A forma mais sensata de encarar a compra de ações é pensar que o prazo desse investimento é indeterminado. 

Como funciona com várias coisas em nossas vidas.

Igual a casamento. Enquanto tiver valor você permanece casado. Igual a qualquer amizade. Enquanto tiver valor, a amizade perdura. 

E na bolsa, enquanto tiver valor, você nunca vai se desfazer das suas ações. 

Eu disse nunca. Isso mesmo! Você não leu errado.

Você vai morrer com suas ações. E vai deixar de herança para seus filhos. Eles agradecerão.

Como diria Warren Buffett:  “Planeje o investimento em ações como um casamento católico: para a vida toda”.

Não é por acaso que sempre enfatizo a importância de investir em ações apenas aquele dinheiro que você não precisará pelos próximos 5 anos (pelo menos).

Justamente para não precisar vender com prejuízo.

Veja, na minha opinião, o processo mais apropriado para uma pessoa comum investir em ações é realizando aportes mensais em ativos de valor.

O objetivo é um só: acumular patrimônio para viver com tranquilidade hoje e no futuro.

Ao pensar dessa forma, os riscos de perder dinheiro reduzem drasticamente.

Esta tabela apresenta um estudo interessante sobre a variação do índice Ibovespa, que é o “termômetro” do mercado de ações, de 1968-2017. 

Se você tivesse tentado prever se o Ibovespa iria subir no dia seguinte, durante quase 50 anos, teria acertado 55% das vezes, enquanto que teria errado nas outras 45%. 

Conforme o prazo foi aumentando, a chance de ter visto a bolsa em alta aumentou consideravelmente, o que mostra que, no longo prazo, investir em ações não é tão arriscado quanto parece. 

Claro, desde que você esteja lidando com ações de boas empresas.

E esse resultado tende a ser ainda melhor do que isso. 

Por que? 

Por que o estudo foi feito com o índice Bovespa, que contempla as ações mais negociadas na bolsa e não, necessariamente, as melhores ações. 

Para confirmar, fiz um pesquisa e constatei que, hoje, das 73 ações que compõem o Ibovespa, somente 30 apresentam GI Score acima de 60 pontos.

Ou seja, 41% das ações não atendem ao mínimo de pontos para serem elencadas como boas empresas para se investir, segundo o algoritmo de inteligência artificial do GuiaInvest. 

A moral de não vender as ações é que em algum momento da vida os dividendos que você recebe dessas ações serão capazes de cobrir o seu custo de vida.

O segredo é que o mercado de ações é perfeito para você que deseja acumular patrimônio, e não para ficar fazendo trades de curto prazo, como muitos indicam por aí.

Entender esse princípio não só irá mudar a sua perspectiva ao ver os preços caindo, como também vai fazer você girar menos o seu patrimônio. 

Dessa forma você irá gerar menos taxas, pagar menos corretagens e impostos.

Embutir esses custos no meio do percurso acaba impedindo que os juros compostos trabalhem a seu favor.

#7º Princípio: diversifique os seus investimentos em bolsa.

Uma pessoa que lá atrás acreditou que as ações da OGX seriam um bom negócio, mas tinha uma carteira diversificada, teve um contratempo, mas seguiu a vida.

Uma pessoa que apostou tudo na ação acabou quebrando.

Por isso é importante que você tenha uma carteira com várias ações e de diferentes setores. Se você vem fazendo isso ao longo dos últimos anos, não há o que temer agora.

E claro, não esqueça que você só deve investir em ações que você acredita que possuem valor.

E o que é o melhor a se fazer agora, diante do pânico dos mercados?

Vou soar repetitivo, afinal eu sempre falo isso, independente de crises ou surtos virais… 

O segredo é você estar posicionado em ações de boas empresas, que são aquelas que apresentam resultados historicamente bons, que geram lucros recorrentes e crescentes em qualquer cenário.

Hoje o mercado está dando a oportunidade de você investir nessas empresas maravilhosas por um preço ainda mais atraente do que quando o Ibovespa estava flertando os 120 mil pontos.

A hora de agir é agora.

Para quem aguardava por uma correção do mercado, esse momento chegou e não há mais tempo a perder.

Conforme outras ocasiões do passado, há indícios que nos levam a acreditar que os mercados são “imunes” às epidemias.

Em outras palavras…

Se você já possui ações de boas empresas, aproveite para comprar mais!

E se você ainda não possui, chegou a hora de ir às compras.

A conclusão é simples…

Você está diante de uma tremenda oportunidade de comprar ações de excelentes empresas com desconto.

E essa não é apenas a minha opinião. 

Já tem muita gente por aí afirmando que estamos diante de uma grande liquidação na bolsa de valores.

Fonte: Estadão
Fonte: Valor Investe

Inclusive, fiz um estudo através do GuiaInvest PRO que apontou 13 ações com alto potencial de valorização para aproveitar a oportunidade gerada pelo coronavírus.

Em seguida explico como você terá acessa a esta lista ainda hoje.

Agora, deixe-me mostrar a você o racional de como cheguei a esta lista de 13 ações utilizando o sistema do GuiaInvest PRO.

Apliquei os seguintes critérios para encontrar ações com grande potencial de valorização.

#1: Volume médio de 21 dias maior que R$ 100.000

Coloquei esse indicador para tirar do radar as ações de empresas que negociam, em média, menos que R$ 100 mil por dia. 

Isso elimina todas as ações que possuem pouquíssima liquidez. 

Assim você se certifica que está adquirindo um papel que pode ser comprado e vendido com certa facilidade.

#2: Lucros constantes (últimos 5 anos)

Aqui o objetivo foi tirar do radar empresas que apresentam prejuízo nos últimos 5 anos. 

Lembre-se estamos buscando ações de boas empresas. E as boas empresas não podem reportar prejuízos. Afinal, não podemos correr riscos desnecessários.

#3: Distribuição de dividendos constantes (últimos 5 anos)

Eliminei as empresas que não apresentaram distribuição de dividendos nos últimos 5 anos. 

Empresas que apresentam consistência no pagamento dos dividendos possuem mais probabilidade de continuarem assim no futuro.

#4: Algum nível de Governança Corporativa

Aqui o objetivo é tirar do radar as empresas que não possuem algum nível de Governança Corporativa.

Caso você não saiba, empresas que apresentam algum nível de Governança Corporativa são mais bem vistas pelo mercado. E isso tende refletir no desempenho de suas ações.

#5: GI Score de no mínimo 70 pontos

O score leva em conta aspectos gerais da empresa, desde indicadores financeiros específicos até indicadores de mercado, como comportamento do preço da ação, volume negociado, governança corporativa, histórico de lucros, margens e endividamento. 

O indicador varia de 0 a 100 pontos.

Para ser bem criterioso nesta seleção, deixei apenas as ações com GI Score mínimo de 70 pontos.

E cheguei a uma lista de mais ou menos 40 ações excelentes com alto potencial de valorização. 

Ou seja, ações de empresas elegíveis para qualquer pessoa investir sem medo.

E de todas estas, selecionei e montei uma carteira especial de 13 ações de setores variados.

Lista que apelidei carinhosamente de Lista das 13 Ações do Corona Opportunity. 

Este é o PDF que irei lhe enviar nos próximos instantes. Fique aqui comigo para saber como receber a sua cópia.

Mas ATENÇÃO!

Tenho um aviso importante nesse momento.

O mercado muda rápido. Estas ações que o estudo apontou aqui agora são as deste momento, dado a forte queda que estamos vendo nos últimos dias. 

Na próxima semana, no próximo mês, podem aparecer outras oportunidades ainda mais atraentes. 

O sistema detecta essas oportunidades no exato momento em que elas aparecem, já que o banco de dados do GuiaInvest é atualizado diariamente após o fechamento de cada pregão. 

Mas afinal, como você pode acessar a Lista das 13 Ações do Corona Opportunity?

Basta se tornar assinante do Plano Light do GuiaInvest PRO.

Ao assinar agora, enviarei imediatamente o PDF com a Lista das 13 Ações do Corona Opportunity.

Além desse estudo, através do sistema do GuiaInvest PRO você terá acesso à dezenas de outros estudos e pode analisar qualquer empresa de forma simples e prática, com poucos cliques. 

O preço da assinatura de 12 meses do Plano Light Do Guiainvest PRO é vendido em nosso site por R$ 708. 

E para você entender o valor disso, não considere apenas a minha opinião, veja só o tipo de mensagem que recebi recentemente: 

O Luis Gustavo nos contou que teve um aumento de patrimônio de 40% em um ano seguindo o GuiaInvest. 

O José teve um ganho de 83% orientado pelo GuiaInvest. 

O Nilton que ganhou 100% com as ações da Trisul em apenas 6 meses. 

E a Vanessa que afirmou ter dobrado seu capital em apenas 1 ano. 

Não é incrível? Que tal você multiplicando seu dinheiro desta forma?  

Isso é apenas uma amostra dos diversos depoimentos que venho recebendo diariamente de alunos e assinantes. 

Mas aqui nesta carta você terá uma condição diferenciada, dado a importância e a urgência do momento que estamos vivenciando nos mercados diante do impacto do Coronavírus nas bolsas mundiais.

A razão para isso é a seguinte…

Não quero deixar nenhum investidor para trás. Isso faz parte da minha missão no GuiaInvest.

Ajudar pequenos investidores individuais a ganharem dinheiro de verdade na bolsa de valores. 

É isso que venho fazendo há mais 12 anos à frente desse projeto. 

Me orgulho muito disso.

Se depender de mim, nenhum empecilho será problema para você aproveitar essa oportunidade única.

Nada me deixa mais feliz do que colecionar histórias como a do Fábio que afirmou que o GuiaInvest PRO foi o melhor investimento que fez na vida e que dobrou o capital investido em apenas 2 anos:

Desejo, de coração, que você seja o próximo a deixar um relato de sucesso igual a este.

Por isso, não medirei esforços nessa direção.

Então, resumindo, veja tudo que você está prestes a receber imediatamente:

  • Lista das 13 Ações do Corona Opportunity
  • Acesso por 12 meses ao Plano Light do GuiaInvest PRO 

Como mencionei antes…

Hoje estou fazendo uma condição diferenciada para você que está pronto para aproveitar essa oportunidade. 

O valor para confirmar sua assinatura será de apenas 12 parcelas de R$ 29. 

É menos de R$ 1 por dia. Tão barato quanto sua assinatura do Netflix. 

Não há dúvidas que esse preço vai se pagar fácil. Basta 1 único acerto pequeno e pronto. 

Como escreveu o Tiago que, após assinar o GuiaInvest PRO, teve ganhos que cobriram com folga tudo o que ele pagou pela assinatura. 

E o Régis que só em dezembro teve retorno de 28,7% e afirmou que o valor da assinatura se pagou dezenas de vezes.

Agora um aviso importante. Essa oportunidade, com estas condições, só é válida aqui e agora. 

Não posso garantir que estará disponível amanhã porque essa página será retirada do ar nos próximos dias, dado a rapidez das notícias relativas ao impacto do CoronaVírus nos mercados. 

Então clique no botão abaixo para desbloquear a lista.

Siga os mesmos passos do assinante Janilson que teve 54% de retorno em apenas 10 meses. 

E o Nelson que, além de ter obtido 46,5% de ganhos em 2019, afirma que o GuiaInvest PRO é excelente para quem não quer perder tempo. 

Lembre-se: as pessoas podem mentir, falhar ou até omitir informações, mas os números não.

O que quero dizer é bastante simples…

Não posso livrar você do sobe e desce da bolsa, muito menos da influência do comportamento maníaco-depressivo de outros investidores. 

E muito menos das quedas oriundas de epidemias globais.

Sim! O mercado de ações envolve riscos. 

É da natureza desse tipo de investimento. E rentabilidade passada não é garantia de retorno futuro.

Mas o que posso garantir é que através do sistema de inteligência do GuiaInvest PRO você não vai perder dinheiro fazendo besteira. 

Se um dia esse foi o seu maior receio, a partir de hoje esse medo não existe mais. 

Que tal? Você vem comigo?

Confirmando agora sua assinatura no plano Light do GuiaInvest PRO você receberá imediatamente a Lista das 13 Ações do Corona Opportunity.

Não esqueça o que comentei antes. Historicamente, observamos que os mercados são “imunes” às epidemias.

Por isso, diante de tudo que esse oportunidade tem para transformar a sua vida financeira, arriscaria a dizer que daqui a 1 ano você vai ter desejado ter começado hoje. 

E daqui a 5 ou 10 anos, você vai estar completamente arrependido por não ter começado a montar sua carteira de ações ainda este ano. Acredite.

Chegou sua hora! 

Tome uma decisão inteligente e faça como a assinante Priscila que afirmou ter melhorado de vida após ter conhecido o GuiaInvest. 

O Luiz que comentou que se você pensa em viver de dividendos se tornando sócio de boas empresas, o GuiaInvest é a melhor ferramenta do mercado. 

E o Bruno que me escreveu no Whatsapp dizendo que aprendeu a investir de verdade graças ao GuiaInvest.

Será um prazer receber você em nossa comunidade de investidores PRO. 

Ao se juntar a milhares de assinantes, você estará fazendo parte de um seleto grupo de pessoas que buscam investir melhor a cada dia. 

E por último, faço questão de reforçar esse ponto: você não tem nada a perder, e muito a ganhar agindo agora. 

Entenda que, contrário ao que o senso comum acredita, quando os mercados caem fica menos arriscado investir em ações.

Aproveita essa chance de acessar a Lista das 13 ações do Corona Opportunity. 

Seja qual for sua decisão, te desejo muito sucesso. 

 

AVISOS IMPORTANTES


  • Retornos passados não são garantia de retornos futuros.
  • O investimento em ações envolve riscos e pode causar perdas financeiras ao investidor.
  • Na bolsa você deve entrar devagar e sair devagar, por isso evite movimentos bruscos e rápidos.
  • O investimento em ações é para longo prazo.
  • Apenas coloque em ações o dinheiro que você não vai precisar pelos próximos 5 anos (pelo menos).
  • O investimento em ações é renda variável. Portanto, pode variar tanto para cima quanto para baixo.

Um abraço,

André Fogaça

Você está com dúvida?

Estamos aqui para ajudar

O GuiaInvest foi fundado em novembro de 2008 com uma missão ousada: transformar para melhor a vida das pessoas através de bons investimentos em renda variável.

De lá pra cá muita coisa aconteceu. Foi criada uma comunidade de investidores, desenvolvidos treinamentos online e novas ferramentas de seleção e análise de ações foram lançadas.

Formamos milhares de investidores por todo Brasil e em mais 27 países. Atingimos a marca de 400 mil investidores cadastrados em nossa plataforma e mais de 36 milhões de pessoas foram impactadas pelos nossos conteúdos. Para saber o que nossos clientes estão dizendo sobre o GuiaInvest, acesse nossa página de depoimentos.

Hoje, o GuiaInvest está mais preparado do que nunca para transformar a vida financeira de milhões de brasileiros. Se deseja saber mais sobre o GuiaInvest, acesse o nosso site ou envie um e-mail para contato@guiainvest.com.br

As informações colocadas em nosso site são produzidas internamente e não possuem qualquer influência de empresa ou instituição que venha a ser mencionada. Apesar de ter sido tomado todo o cuidado necessário de modo a assegurar a credibilidade das informações no momento em que as mesmas foram colhidas, suas precisão e exatidão não são de qualquer forma garantidas e o GuiaInvest não se responsabiliza pelas mesmas. Os preços, as opiniões e as projeções contidas nos nossos conteúdos estão sujeitos à mudanças a qualquer momento, sem necessidade de aviso ou comunicado prévio. Nenhuma página nossa pode ser interpretada como sugestão de compra ou de venda de quaisquer ativos, assim como não podemos garantir nenhum retorno financeiro sobre qualquer operação feita através das informações que fornecemos, sejam elas pagas ou gratuitas. Negociações na Bolsa de Valores envolvem riscos e rentabilidade passada não garante rentabilidade futura.